“Além da Vida”, Clint Eastwood, 2010

Além da Vida

“Além da Vida” do diretor Clint Eastwood, diretor de “Menina de Ouro” e Gran Torino”, filmes altamente críticos ao mesmo tempo que muito sensíveis, parece ter errado a mão nesse filme.

Com uma vasta cinematografia, Clint tem crescido muito como diretor, em especial de 2003 em diante, quando realizou o forte “Sobre Meninos e Lobos”.

Aos 82 e em plena atividade, o diretor realiza “Além da Vida”, um filme sobre pessoas e suas relações com a morte. Quando perguntado se teria trabalhado o tema em função da sua idade e de ter encontrado sua espiritualidade, o diretor afirma que poderia ter feito esse trabalho ao 30 anos, pois sempre se interessou pelo tema.

O tema realmente é interessante, a morte, e como as pessoas lidam com ela, inclusive por quem sobreviveu a uma experiência de voltar da morte. Porém, a forma como o filme é conduzido é morna, sem grandes reviravoltas ou ondulações na historia.

Espera-se um pouco mais, de um diretor como Clint Eastwood, e ainda mais pela espetacular sequência inicial do filme. Forte, tensa, e muito bem realizada, com a sequência de um Tsunami.

A historia dos três personagens principais vai acontecendo em paralelo, e o encontro dos três é previsível até demais. Espera-se, que esse encontro aconteça como algo mais forte, mais grandioso, mas isso não acontece. Tudo é muito linear, sem grandes surpresas, sem grandes emoções. A emoção em si, está no que já aconteceu, a relação com a morte

Existe o momento de crítica, como era de se espera em um filme de Clint Eastwood, nas três situações. Em dois deles, como as pessoas querem tirar proveito e ganhar dinheiro com o desespero das pessoas em perder alguém querido. No terceiro caso, como se é discriminado e desacreditado por passar por uma experiência mais espiritual.

 

O roteiro de Peter Morgan é fraco, os personagens são bem apresentados, mas a partir daí, parece que Morgan não sabe bem como aproximar e contar um pouco mais da historia dos personagens, e o filme acaba tendo uma barriga nas suas 2 horas e 9 minutos. Um tempo muito mal utilizado.

Diferente de outro diretor que entrelaça personagens diferentes em suas historias, o mexicano Alejandro González Iñárritu cria tensões até suas historias se encontrarem, o roteiro de Morgan parece não decolar. Frio, mantendo o espectador distante de todos os personagens. O que causa maior apatia é a historia do menino Marcus (vivido pelos gêmeos George e Frankie McLaren ), e ao confrontar os personagens até então distantes, não apresenta nada de novo, e nem nada muito empolgante acontece.

A direção de Clint é boa, sua direção de atores é excelente, o que parece ser uma característica de atores que se tornam diretores. Mas o roteiro oferece pouco para que o diretor aproveite mais de seus atores, a não ser em alguns poucos momentos.

A interpretação de Matt Damonn como George Lonegan é introspectiva e densa. O personagem nunca extravasa seus sentimentos, mas também não há um momento implosão, como acontece com Brian Geraghty (Owen Eldridge) em “Guerra ao Terror”. E sinto falta desse momento. O personagem não parece ser frio, mas sua maior demonstração de emoção é feita através de uma carta ao seu irmão. George então se torna inverossímil ao que o filme apresenta.

A fotografia de Tom Stern é bonita e bem realizada. O fotografo é o braço direito do diretor, e Stern trabalhou com Clint também em “A Troca” e “Invictus”.

No mais, “Além da Vida” é um filme que pode emocionar, principalmente aos religiosos que crêem em vida após a morte, ou qualquer um que passou pela situação de perder alguém querido. Logo, o filme pode ter um grande número de espectadores, mas como cinema, decepciona.

A mão segura de Clint ajudou o filme a crescer mais do que ele seria na mão de um diretor menos experiente, mas ainda assim, é seu trabalho mais fraco dos últimos anos, e por pouco não escapa de ser um melodrama tipo filme b.

Jair Santana

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: