“Harry Potter e o Enigma do Príncipe”, David Yates, 2009

harry-potter-6-poster19

Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Segundo filme da série “Harry Potter” dirigida por David Yates, “Harry Potter e o Enigma do Príncipe” é um bom filme, cheio de acertos mas que apresenta problemas em dois pontos fundamentais. O roteiro e a direção.

Roteiro de Steve Kloves, roteirista desde o primeiro filme da série, apresenta uma falha absurda. O tema do filme, “o enigma do príncipe” é muito pouco trabalhado. Para quem leu o livro decepciona, para quem não, o filme não cria um suspense no espectador para a descoberta sobre quem seria o príncipe mestiço. Que acaba por ficar em segundo ou terceiro plano no contexto do filme.

Quanto a direção de David Yates é aparentemente medrosa, apresentanto até mesmo  anti-climax. Em momentos de suspense e medo, ele nos prega pequenos sustos. Em momentos mais intimistas e tristes, ele realiza tudo com uma rapidez, que corta a relação do expectador com o momento.

O filme possui acertos também, a exemplo da fotografia de Bruno Delbonnel (O Fabuloso Destino de Amélie Poulain), boas interpretações e efeitos especiais surpreendentes . Para quem puder, assista a versão em 3D, apesar de serem apenas os 15 primeiros minutos, é um presente visual.

“Harry Potter e o enigma do príncipe”, tinha tudo para ser o melhor da série até agora. Justamente por nos propor emoções mais fortes, como medo e tristeza. Seria o mais sombrio, de todos se não fosse o medo da direção e mesmo do roteiro.

Harry nesse sexto filme, já é um adolescente, com todos os problemas de um adolescente, como amores por exemplo, e aqui, ainda é o herói, então não pode deixar de lado suas aventuras em prol de um romance. O mais impressionante é firmeza da linha dos personagens em todos os filmes. Algo realmente que se vale reforçar, pois em momento algum, vemos um personagem se comportar contra sua natureza inicial.

Para uma série já composta  de 6 filmes, Harry Potter mantêm sua boa forma. Nem um dos filme é ruim. Todos eles apresentam uma boa média. Vale a pena a ida ao cinema. E agora é torcer para que David Yates tenha mais coragem nos dois filmes finais da série..

Jair Santana

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: