“Ilha das Flores”, Jorge Furtado, 1989

ilha_das_flores_01-2

Sinopse
Um ácido e divertido retrato da mecânica da sociedade de consumo. Acompanhando a trajetória de um simples tomate, desde a plantação até ser jogado fora, o curta escancara o processo de geração de riqueza e as desigualdades que surgem no meio do caminho.

Ficha Técnica
Direção e Roteiro: Jorge Furtado
Produção Mônica Schmiedt, Giba Assis Brasil e Nôra Gulart
Fotografia: Roberto Henkin e Sérgio Amon
Edição: Giba Assis Brasil
Direção de Arte: Fiapo Barth
Trilha original: Geraldo Flach Narração Paulo José

Prêmios e Festivais
Urso de Prata no Festival de Berlim 1990
Prêmio Crítica e Público no Festival de Clermont-Ferrand 1991
Melhor Curta no Festival de Gramado 1989
Melhor Edição no Festival de Gramado 1989
Melhor Roteiro no Festival de Gramado 1989
Prêmio da Crítica no Festival de Gramado 1989
Prêmio do Público na Competição “No Budget” no Festival de Hamburgo 1991

 
Assista Aqui:

Anúncios

3 Respostas

  1. ESTE FILME DENOTA BEM A CONDIÇÃO DE LIBERDADE DO SER HUMANO, QUE PARA TER A TAL LIBERDADE QUE TODOS QUEREM E ACHAM QUE EXISTI É PRECISO TER ALGUMA COISA QUE SIRVA DE TROCA, UM DONO, UM CAPITAL. SE NÃO TEMOS NADA E NEM DONO VIVEMOS COMO A POPULAÇÃO DA ILHA DAS FLORES JOGADAS AS MARGENS DA SOCIEDADE.

  2. este filme e muito bom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: