“Vicky Cristina Barcelona”, Woody Allen, 2008

Vicky Cristina Barcelona    

Vicky Cristina Barcelona

“Formidável”, essa foi a palavra que o veterano crítico Michel Ciment, usou para definir o filme de Wood Allen na revista “Positif”. “Vicky Cristina Barcelona” foi, merecidamente, o filme mais aplaudido pelo público, na 61° Edição do Festival de Cannes.

Wood Allen é um dos diretores de maior atuação no mundo hoje. Realizando um filme por ano, chega à 2008 com seu 41° filme, e já produzindo seu próximo para 2009, o diretor nova-iorquino, filme dessa vez em Barcelona, a convite da própria prefeitura, que bancou parte do filme.

Não foi uma encomenda, Woody Allen escreveu o roteiro especialmente para a cidade, valorizando sua cultura e seus pontos turísticos. Não como uma grande propaganda da cidade, apesar de funcionar como, mas tornando sim, a cidade perfeita para a proposta de seu roteiro.

O elenco formado pelos premiados Javien Bardem como Juan Antonio e Penélope Cruz na pele de Maria Helena, a musa de Woody, Scarlett Johansson como Cristina e a nova e elogiadíssima Rebecca Hall de “O Grande Truque” como Vicky. Rebeca realmente apresenta em “Vicky Cristina Barcelona” uma memorável interpretação, além de dona de uma beleza encantadora. Javier e Penélope apresentam ótima química, e ela, com um ótimo personagem, rouba a cena. Na verdade, o elenco é sempre um acerto dos filmes de Woody Allen.

“Vicky Cristina Barcelona”, assim como a maioria dos filmes de Woody Allen, são filmes que discutem problemas existenciais, mal de amores, questionamentos sobre si mesmos. Woody dificilmente fala de problemas sociais por exemplo, mesmo em filmes como “A Rosa Púrpura do Cairo” ou “A Era do Rádio”, filmes situados em épocas complicadas economicamente falando, a depressão de 30 e o inicio da segunda guerra respectivamente, são filmes que usam esses momento econômicos apenas como pano de fundo.

O diretor escreve suas historias sobre o mundo que o cerca, sobre o seu mundo, e como falou uma vez Domingos de Oliveira, “é sobre o que conhecemos que devemos escrever, pois é sobre o que melhor escreveremos”. O mundo de Woody Allen é formado por pessoas cultas, intelectuais, artistas como Cristina ou Juan Antonio, ou envolvidas com arte mesmo que indiretamente como Vicky.

O roteiro de “Vicky” é sobre duas amigas, duas melhores amigas, que levam suas vidas, quando falamos de relacionamento, bem diferentes. Vicky procura levar uma vida certinha, contida e planejada. Cristina, é movida por impulsos, paixões e vive o hoje sem pensar muito no amanhã. Duas americanas que vão a Barcelona passar férias de verão, e lá conhecem e se envolvem, direta e indiretamente, com Juan Antonio e Maria Elena.

Dentro desses poucos, porém ricos personagens criados por Woody Allen, esse universo criado por ele, dá um vasto leque de questionamentos e posicionamentos dentro do que cada um acredita ser certo de como se levar suas relações amorosas.

Apesar de ter uma premissa e um desenrolar que poderia dar um belo drama, ou mesmo um pesado dramalhão, “Vicky Cristina Barcelona” é uma deliciosa comédia romântica. Com todos seus sérios questionamentos, o filme em momento algum fica pesado. Pelo contrário, é despretensioso, delicado e romântico.

Romance esse, que é enfatizado pelas belas músicas, linda fotografia de Javier Aguirresarobe e acima de tudo, pelo belo cenário e paisagens das cidades espanholas de Barcelona e Oviedo.

O filme balança qualquer apaixonado, qualquer um que esteja amando, prestes a casar, ou dividido entre dois amores. Woody Allen tem a capacidade de mexer verdadeiramente com seus espectadores. E seus questionamentos estão acima de qualquer moral ou ética. São questões totalmente pessoais. De como cada um deve, ou pode levar sua vida, para poder ser feliz.

Tudo é muito forte no filme. O clima romântico, as paixões, as amizades. Saímos do filme com vontade definirmos um rumo para nossas vidas, nossas relações. Assim é o filme, assim é Woody Allen.

Jair Santana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: