Alfred Hitchcock, 1899 – 1980

Alfred Hitchcock

Alfred Hitchcock

Filho do casal William e Emma Hitchcock, Alfred Hitchcock nasceu em 13 de agosto de 1899 e teve uma educação rigidamente católica, tendo estudado em um colégio jesuíta toda sua infância.

Seu interesse pela Sétima Arte veio em 1915, junto com o seu primeiro emprego fora da família, na Henley Telegraph and Cable Company.

Em 1920, ingressou para Lasky que acabara de abrir um estúdio em Londres. Pelos dois anos seguintes foi o responsável por criar todos os títulos dos filmes do estúdio. Em 1923 veio a sua primeira chance de dirigir um filme quando o diretor de “Always Tell Your Wife” Hugh Croise ficou doente. Hitchcock terminou o filme mas seu trabalho não foi creditado.

Impressionados com o excelente trabalho no filme, o estúdio acabou o contratando diretor para “Number 13”, mas antes que o filme pudesse ser finalizado o estúdio fechou suas operações britânicas. Foi então contratado como diretor-assistente por Michael Balcon para empresa que seria conhecida como Gainsborough Pictures.

Depois de muitos trabalhos para a companhia, ele teve em 1925 a chance de dirigir seu primeiro filme, uma co-produção entre Inglaterra e a Alemanha chamada “The Pleasent Garden”. Sua carreira de diretor renomado estava apenas começando. O suspense só foi integrar suas obras a partir de seu próximo filme “O Inimigo das Loiras” (The Lodger) em 1926, gênero que o diretor nunca mais abandonou.

Hitchcock realmente dominava a arte de se fazer cinema, pois seu caminho dentro da sétima arte, ele conhecia bem quase todas as funções, de roteirista, produtor, diração de arte, câmera, e por fim, a direção.

Radicou-se nos Estados Unidos, onde fez a maioria de seus filmes e refilmou alguns. Hitchcock é considerado até os dias de hoje, o “Mestre Suspense”, posição essa inquestionável seja pela crítica ou pelo público.

Ao mesmo tempo em que Hitchcock gostava de nos meter medo, ou nos deixar nervosos, ele tinha um humor absurdo. Seus filmes em sua maioria, nos oferecem medo e alegria, com seu sarcásmo e ironia. “O Terceiro Tiro” é um bom exemplo disso, ainda temos o “Intriga Internacional” e tantos outros exemplos dessa mistura.

Recebeu 5 indicações ao Oscar e nunca ganhou nem um. Curiosamente, desde “The Lodger”, filme de 1926, Hitchcock faz ao menos uma aparição em seus filmes. Sempre surgindo como um figurante comum. Até no seriado “Os Simpsons” já fizeram uma referencia a ele, quando logo após uma cena de suspense, Hitchcock passa na frente da familia Simpsons levando seu cachorro pra passear.

Em Hollywood, suas produções causavam curiosidade entre produtores e atores. Todos queriam trabalhar com Hitchcock, mesmo ele citando a famosa e polêmica frase “Ator tem que ser tratado como gado”, todos queriam fazer parte de seu rebanho.

Hitchcock fascinava, encantava, ao público e a quem trabalhava com ele. O set de filmagens de “Janela Indiscreta” por exemplo, era o mais curioso e disputado para se visitar na época das filmagens. Todos em Hollywood queriam conhecer o set do filme, até então o mais caro construido pelas majors.

Alfred Hitchcock ficou conhecido no mundo inteiro, seu cinema virou referência, e mesmo quando em 29 de abril de 1980 se noticiou que o “Mestre do Suspense” falecera em Los Angeles, ninguém negou que sua obra continuaria cada vez mais viva com o passar dos anos.

Jair Santana

 

 

Filmografia de Hitchcock

Trama Macabra (Family Plot, 1976)
Frenesi (Frenzy, 1972)
Topázio (Topaz, 1969)
Cortina Rasgada (Torn Curtain, 1966)
Marnie, Confissões de uma Ladra (Marnie, 1964)
Os Pássaros (The Birds, 1963)
Psicose (Psycho, 1960)
Intriga Internacional (North by Northwest, 1959)
Um Corpo que Cai (Vertigo, 1958)
O Homem Errado (The Wrong Man, 1956)
O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1956)
O Terceiro Tiro (The Trouble with Harry, 1955)
Ladrão de Casaca (To Catch a Thief, 1955)
Janela Indiscreta (Rear Window, 1954)
Disque M para Matar (Dial M for Murder, 1954)
A Tortura do Silêncio (I Confess, 1953)
Pacto Sinistro (Strangers on a Train, 1951)
Pavor nos Bastidores (Stage Fright, 1950)
Sob o Signo de Capricórnio (Under Capricorn, 1949)
Festim Diabólico (Rope, 1948)
Agonia de Amor (The Paradine Case, 1947)
Interlúdio (Notorious, 1946)
Quando Fala o Coração (Spellbound, 1945)
Um Barco e Nove Destinos (Lifeboat, 1944)
Bon Voyage (1944)
A Sombra de uma Dúvida (Shadow of a Doubt, 1943)
Sabotador (Saboteur, 1942)
Suspeita (Suspicion, 1941)
Um Casal do Barulho (Mr. & Mrs. Smith, 1941)
Correspondente Estrangeiro (Foreign Correspondent, 1940)
Rebecca, a Mulher Inesquecível (Rebecca, 1940)
A Estalagem Maldita (Jamaica Inn, 1939)
A Dama Oculta (The Lady Vanishes, 1938)
Jovem e Inocente (Young and Innocent, 1937)
O Marido era o Culpado (Sabotage, 1936)
Agente Secreto (Secret Agent, 1936)
Agente Secreto (Secret Agent, 1936)
O Marido era o Culpado (Sabotage, 1936)
Os 39 Degraus (The 39 Steps, 1935)
O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1934)
Waltzes from Vienna (1933)
O Mistério do nº 17 (Number Seventeen, 1932)
Rich and Strange (1932)
Mary (1930)
The Skin Game (1931)
Assassinato (Murder!, 1930)
Juno and the Paycock (1930)
An Elastic Affair (1930)
Elstree Calling (1930)
The Manxman (1929)
Chantagem e Confissão (Blackmail, 1929)
Champagne (Champagne, 1928)
A Mulher do Fazendeiro (The Farmer’s Wife, 1928)
Downhill (1927)
Easy Virtue (1927)
O Ringue (The Ring, 1927)
O Inimigo das Loiras (The Lodger, 1926)
The Mountain Eagle (1926)
The Pleasure Garden (1925)
Always Tell Your Wife (1923)
Number 13 (1922)

Uma resposta

  1. […] romance e muitas tiradas engraçadas. Algo arriscado, que vemos em filmes principalmente do mestre Alfred Hitchcock, como em “O Terceiro Tiro” e muitos […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: